Nadadora pernambucana se emocionou com visita das crianças da Casa de Apoio à Criança com Câncer de Santa Tereza. Motivação que lhe rendeu mais um ouro na competição e nova retomada, agora nos 100m livre

São Bernardo do Campo, 18 de abril de 2019 – Na manhã desta quinta-feira, 18, convidados especiais no Troféu Brasil-Maria Lenk. A convite da CBDA, crianças da Casa de Apoio à Criança com Câncer de Santa Tereza puderam sentir um pouco da emoção da natação.

Após nadar as eliminatórias dos 100m livre, Etiene Medeiros fez a festa da garotada ao distribuir kits com squeeze para água, máscara da Etiene e toalhas (essa em parceria com a marca Nabaji da Decathlon). “Fiquei tocada com o encontro hoje pela manhã. Já conhecia o projeto, ano passado eles também estavam aqui, mas esse ano foi bem especial, por que elas puderam estar ali mais próximas. Me fez repensar muita coisa, ainda mais por ser sensível a essas questões. Crianças que passaram por um processo pesado, vivenciando o esporte. Saí da prova bem cansada e quando vi aquelas crianças eu simplesmente esqueci que estava cansada. Para mim foi uma super motivação, foi muito gratificante”, disse emocionada.

Na final já à noite, outro bom momento para ser lembrado desta quinta-feira. Na disputa pelo pódio dos 100m livre, Etiene Medeiros foi a primeira brasileira a bater na frente com o tempo de 54.48, seguida de Larissa Oliveira (54.49) do Esporte Clube Pinheiros e Daynara de Paula (55.18) do SESI-SP. Na frente de todas as brasileiras, a americana Mallory Comerford, que defende as cores do Minas Tênis Clube com o tempo de 53.33 (pelos critérios da competição, quando há estrangeiras no pódio, se premia também o primeiro atleta brasileiro e assim, sucessivamente. Neste caso, Etiene ficou com o ouro, a Larissa com a prata e a Daynara com o bronze).

“Mais uma medalha de ouro. Nossa! Sem palavras, pois é uma prova para mim bem difícil de nadar e mais uma vez fazia um certo tempo que não nadava bem. Não foi o meu melhor tempo, mas foi bem próximo. Estou muito feliz por ter conquistado mais uma medalha de ouro para a minha equipe. Dia perfeito. Muito bom ter a Mallory aqui, ela está nadando pelo Minas, porém é uma referência mundial, deixando assim a prova mais competitiva. A agradeci por ter vindo ao Brasil. E essa é a intenção, deixar sempre as provas mais competitivas. Isso foi muito bom para a nossa natação”, finalizou.

Em 2015, no Open na cidade de Palhoça (SC), seletiva olímpica, Etiene Medeiros fez seu melhor tempo nos 100m livre (54s26), batendo o recorde sul-americano à época e garantido vaga nos Jogos Olímpicos do Rio. De lá para cá, a nadadora do SESI-SP vinha buscando uma melhor performance na prova, o que aconteceu nesta noite.

PROGRAMAÇÃO PROVAS – ETIENE MEDEIROS

Transmissão: TV CBDA I www.tvcbda.tvnsports.com.br

Eliminatórias: previsão de início 9h30 (horário de Brasília)

Finais: previsão de início 18h (horário de Brasília)

– terça-feira, 16/04: 100m costas (medalha de ouro com o tempo 1:00:13)

– quarta-feira, 17/04: treinamento

– quinta-feira, 18/04: 100m livre

– sexta-feira, 19/04: treino e revezamento 4x100m livre à tarde

– sábado, 20/04: 50m costas

– domingo, 21/04: 50m livre e revezamento 4x100m medley

 

 

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.