Etiene Medeiros encara maior desafio do ano: “buscar o inédito tricampeonato em piscina curta”

Nadadora está pronta para fazer o seu melhor no Mundial de Hangzhou, na China depois de ano que iniciou com cirurgia no ombro direito. Este será o quinto mundial da atleta do SESI-SP

São Paulo, 09 de dezembro de 2018 – A atual temporada da nadadora Etiene Medeiros está sendo recheada de desafios e emoções: no início de 2018 a atleta do SESI-SP passou por uma cirurgia no ombro direito para a retirada de um cisto, depois meses de fisioterapia e volta gradativa às competições e nesse meio tempo ainda precisou lidar com a doença do irmão que acabou sendo operado de um tumor no cérebro.

Aos 27 anos, Etiene Medeiros chega ao seu quinto mundial mais ‘calejada’ e pronta para enfrentar seu maior desafio do ano: a busca pelo tricampeonato mundial inédito em piscinas de 25m (o primeiro título veio em Doha 2014 e o segundo em Windsor em 2016). Além disto a nadadora detém desde Doha em 2014 o recorde mundial dos 50m costas (25s67).

Ainda no Brasil, na última semana de treinos no SESI-SP, antes do embarque para a China, Etiene contou como estava se sentindo rumo à mais um mundial. “São os últimos ajustes. Estou tranquila, um pouco ansiosa, mas isso é normal nesse momento. Mas quando embarcar, entrar no avião e treinar em Hong Kong isso ficará mais equilibrado”, falou à época.

Etiene Medeiros conquistou índice para o Mundial de piscina curta de Hangzhou que começa nesta segunda-feira, 10 (terça-feira 11, no horário chinês) com transmissão do SPORTV (23h30 – horário de Brasília – eliminatórias e 9h – horário de Brasília – finais) no Troféu José Finkel disputado em agosto no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo.

“O Finkel foi o ápice de saber como eu estaria e conseguimos concretizar a vaga para o Mundial. De lá para cá deu para fazer um trabalho melhor e mais tranquilo. Nesse meio tempo fui para etapas da Copa do Mundo e tivemos um tempo razoável de trabalho para vir para a China”, contou a pernambucana.

Antes de embarcar rumo ao oriente, Etiene Medeiros voltou ao Esporte Clube Pinheiros para a disputa do Campeonato Paulista (em piscina de 50m) e, em uma piscina rápida como do clube paulistano, cravou 24s98 nos 50m livre (durante o revezamento com a equipe do SESI-SP em que ela abriu a prova). O tempo foi muito comemorado pela nadadora na ocasião que há mais de um ano não nadava a prova na casa dos 24s.

No último dia 29 de novembro ela, juntamente com a delegação brasileira, partiu em direção à China para a primeira semana de treinos no país, um período de aclimatação em no Instituto de Esportes de Hong Kong.

“Foi um período muito legal em Hong Kong. Ter passado uns dias antes da competição por lá nos ajudou muito. O objetivo desse período foi realmente ‘entrar’ no fuso horário, conseguindo seguir o cronograma de treinamentos. Estamos preparados para a competição.  Lá na semana que ficamos estava quente e gostoso e quando chegamos a Hangzhou pegamos um frio de 1 grau, isso faz muita diferença”, analisou.

Em Hangzhou o programa de provas da nadadora será extenso. Ela cairá na água praticamente todos os dias (100m costas, revezamentos 4x50m livre e medley misto, 50m costas e 50m livre). “É um programa que fiz há 4 anos, eu era mais nova (risos). Esse ano a abordagem é diferente. Há 4 anos era outro pique. Hoje estou mais experiente, ansiosa pelo fato de querer muito o resultado, mas sei que este é apenas um estágio pensando em 2020. Então estou tranquila em relação a isso. Muita coisa aconteceu esse ano na minha vida e querer abraçar o mundo não é legal. Estou vivendo um dia de cada vez e assim será neste mundial: uma prova de cada vez, passando por todos os estágios até as finais”.

O técnico Fernando Vanzella está otimista com sua pupila e seus possíveis resultados. O treinador fez questão de ressaltar todos os desafios enfrentados pela dupla em 2018. “Foi um ano de reconstrução, de retomada e fizemos um bom planejamento para chegar no Mundial 100%, por isso temos boas expectativas em torno dos resultados. Nossa ideia é tentar repetir, claro, o feito do último mundial e, por que não, também ir atrás do recorde mundial – que é dela desde Doha. Tenho certeza que tanto a Etiene como toda a seleção irá em busca de suas melhores participações possíveis”, finalizou.

PROGRAMAÇÃO DE PROVAS

– 1o dia: 100m costas

– 2o dia: revezamento 4x50m livre misto

– 3o dia: revezamento 4x50m medley misto

– 4o dia: 50m costas

– 5o dia: 50m livre

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.