Nadadora do SESI-SP cairá na água já nesta terça-feira, 16, para os 100m costas. Planejamento é poder obter vaga no Pan de Lima e Mundial em diversas provas, por isso o programa de provas da pernambucana foi cuidadosamente pensado em conjunto com o técnico Fernando Vanzella

São Bernardo do Campo, 15 de abril de 2019 – Nesta terça-feira, 16 de abril, a nadadora Etiene Medeiros começa sua participação no Troféu Brasil – Maria Lenk. O campeonato brasileiro deste ano é ainda mais especial, pois será seletiva para formação da seleção brasileira que defenderá o país nos Jogos Pan-Americanos, em Lima no Peru (que será disputado entre os dias 06 e 10 de agosto) e no Mundial de Piscina Longa em Gwangju, na Coréia do Sul (que será disputado entre os dias 12 e 28 de julho), além do Mundial Junior e Universíade.

“Não lembro de uma competição nacional com tantas seletivas para tantas seleções distintas. Por si só o Maria Lenk sempre carregou um peso em si, pois sempre iniciou a fase de competições no calendário, mas, conforme vai se aproximando o ano olímpico, mais pesada ela fica no sentido de ser bem disputada e esta será”, analisou.

Para o principal nome da natação feminina no país o que se verá nos próximos dias no Complexo Maria Lenk no Rio de Janeiro é o que de melhor a modalidade no país vai começar a produzir faltando pouco mais de um ano para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

“Será uma semana em que a natação brasileira irá mostrar qual será seu trabalho até 2020. O Maria Lenk é uma competição muito boa para mostrar muita coisa. Muita gente nova chegando, os mais antigos em busca do seu melhor. Esse ano, tudo dando certo, posso completar 10 anos consecutivos na seleção brasileira e isso é muito importante. Sabemos que cada competição é diferente da outra, nunca podemos pensar no antes. Temos de ir lá, nos divertir e ver no que vai dar. Tenho certeza de que será uma semana muito produtiva, espero que não só para mim, mas também para a minha equipe do SESI”, acrescentou Etiene.

Com um cronograma de provas cheio (Etiene cairá na água para as provas em cinco dos seis dias de competição), ela “abre o leque” de possibilidades demonstrando assim que no seu planejamento e do seu técnico, Fernando Vanzella, todas as provas têm o mesmo peso.

“Serão quatro provas individuais (100m costas, 50m costas, 100m livre e 50m livre) e dois revezamentos (4x100m livre e medley). Ficou bem dividido, com um dia só para treinar. Cairei na água para dar o meu melhor em todas elas. Cresci em uma “old school” como se fala, em que se treina para nadar tudo e hoje sei bem do peso disso. De você ter uma carta na maga para uma prova, de entrar no revezamento, tudo isso conta para estar na seleção”, argumentou.

O treinador Fernando Vanzella explica o porquê do cronograma e o objetivo de ter tantas provas sob o leque. “O foco da nossa temporada é que a Etiene tenha um desempenho positivo no Maria Lenk, pois é a nossa seletiva, estar na seleção, disputando medalhas no mundial e no pan. Pensando nisso e aproveitando a versatilidade que ela tem nas provas e analisando os critérios da confederação e nas possibilidades, a gente continua com as provas de velocidade – que é o forte dela – sendo que apenas os 50m costas não entra no critério de convocação, então as outras três (100m costas, 100m livre e 50m livre) ela tem a porta de entrada para a seleção e ela vai tentar aproveitar da melhor forma possível esse planejamento”, finalizou.

Em um momento tão peculiar do esporte nacional, Etiene Medeiros fez questão de exaltar a iniciativa do COB – Comitê Olímpico Brasileiro – que, no último sábado, 13, realizou em São Paulo o 1º Congresso Olímpico. “Vi muita movimentação de atletas e ex-atletas nas redes sociais, de medalhistas olímpicos no Congresso e vimos o quanto de pessoas batalhar para que o nosso esporte possa sempre estar bem. Todas as áreas estavam representadas por lá, infelizmente não consegui estar presente, mas vemos o quanto de gente está por trás de um sonho olímpico e de um esporte de alto rendimento. Hoje não vivemos a nossa melhor fase do esporte nacional, não sabemos como serão os recursos, por isso agradeço imensamente o SESI-SP que está comigo desde 2013, apoiando o esporte nacional e que me possibilitou estar na França mês passado para entrar no ritmo de competição. Eles nos dão todo o suporte. Espero que como um todo nós, atletas, possamos reverter esse momento em que estamos”, finalizou.

 

PROGRAMAÇÃO PROVAS – ETIENE MEDEIROS

Transmissão: TV CBDA I www.tvcbda.tvnsports.com.br

Eliminatórias: previsão de início 9h30 (horário de Brasília)

Finais: previsão de início 18h (horário de Brasília)

– terça-feira, 16/04: 100m costas

– quarta-feira, 17/04: treinamento

– quinta-feira, 18/04: 100m livre

– sexta-feira, 19/04: treino e revezamento 4x100m livre à tarde

– sábado, 20/04: 50m costas

– domingo, 21/04: 50m livre e revezamento 4x100m medley

 

 

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.