Tricampeã do mundo nos 50 metros costas, nadadora brasileira vai lutar por medalhas na competição que começa no próximo dia 21, na Coréia do Sul

São Paulo (SP) – Primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro em um Campeonato Mundial de Natação, Etiene Medeiros parte para mais um desafio internacional. Nesta quinta-feira (11), ela e a seleção brasileira desembarcaram em Sagamihara para um período de cinco dias de aclimatação no Japão, antes de seguir para o Mundial da Coréia do Sul, na cidade de Gwangju. A nadadora pernambucana parte em busca de defender seu título nos 50 metros costas.

O Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos começa no próximo dia 21 para a seleção brasileira de natação, quando Etiene espera estar completamente adaptada ao fuso-horário e com o clima da Ásia. “As expectativas são boas. Treinei bem e me sinto bem na água. Sei que será uma competição dura, mas mantenho o pensamento positivo para dar o meu melhor em busca de medalhas. Vai ser bem desafiador”, explica a campeã do mundo dos 50 m costas (Budapeste 2017) e bicampeã em piscina curta (Doha/2014 e Windsor/2016, além do título no revezamento medley misto em 2014).

Etiene é uma das principais atletas do mundo no nado de costas desde 2013. E garante lidar bem com o fato de ser o maior nome da modalidade no Brasil. “Ocupo essa condição de destaque há seis anos e sempre procurei tratar de modo tranquilo. Claro que tem pressão, mas é preciso saber lidar. E consigo controlar bem. Eu gosto de ser representante da natação do meu país. Procuro ser uma mulher forte, que levanta a bandeira do Brasil em todos os esportes. Ser exemplo me deixa feliz”, relata ela, que lista as chinesas, norte-americanas, australianas e holandesas como as principais adversárias por um lugar no pódio nos 50m na Coréia.

Fernando Vanzella, seu treinador, explica que o foco da preparação foi direcionado mais para os 50m costas e 50m livres “O 50m costas é uma prova que a Etiene domina muito bem todos os detalhes e executa com precisão. Por isso, o objetivo é seguir o passo a passo, começando pela eliminatória, passando pela semifinal e, chegando novamente na final, disputar a medalha. O 50m livres também é importante, por ser uma prova olímpica”, contudo, o técnico sabe que a disputa será acirrada. “Nesses últimos dois anos, mais meninas tem mostrado evolução nos tempos. Dessa forma, deve ser bem apertado em todos as etapas. Não podemos descuidar.”

Depois do Campeonato Mundial, Etiene vai ‘virar a chavinha’ e entrar no modo Jogos Pan-Americanos do Peru. A nadadora tem embarque previsto para Lima poucos dias após retornar da Ásia. E, apesar do tempo curto para recuperação, ela vai disputar seis provas: 50m livre, 100m costas e revezamentos 4 x 100m livre, 4 x 100m livre misto, 4 x 100 medley e 4 x 100 medley misto.

Mais informações:
Instagram: @etimedeiros
Facebook: /etienemedeirosoficial
Twitter: @etiene_medeiros
Youtube: youtube.etienemedeiros.com
Flickr: fotos.etienemedeiros.com
Site: www.etienemedeiros.com

 

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.